em Covid-19, Educação, Notícias

Será instalada nesta quinta-feira (2) a Subcomissão Temporária para Acompanhamento da Educação na Pandemia (CECTCOVID). Criada no âmbito da Comissão de Educação e Cultura (CE), o grupo vai avaliar os impactos da crise pandêmica na área educação e acompanhar o planejamento e as ações na adoção do ensino remoto, assim como as iniciativas para o retorno seguro às aulas presenciais. A instalação será após reunião da CE, marcada para as 9h.

Sugerida pelo senador Flávio Arns (Podemos-PR), a subcomissão será composta por cinco membros titulares e igual número de suplentes e funcionará pelo período de 120 dias.

Para o senador, com a pandemia e a adoção do isolamento como segurança sanitária, o ensino remoto passou a ser adotado pelas instituições de ensino. No entanto, avalia Arns na justificativa do requerimento, muitos desafios ficaram evidentes, como a necessidade de formação dos profissionais e a dificuldade das famílias que não possuem acesso à infraestrutura básica de acesso a esse tipo de ensino.

“Falta acesso de banda larga, faltam equipamentos e plataformas adequadas e até espaços para estudo nas residências. Apesar do esforço de profissionais da educação, a sensação geral é de que, durante esse período, toda uma geração de estudantes foi acumulando um prejuízo em sua formação, somando-se a isso o impacto emocional do afastamento repentino dos círculos de socialização que a escola proporciona”, argumenta.

O senador considera que o trabalho da subcomissão será fundamental para apontar caminhos na busca da garantia do direito à educação nessa situação de retorno. Segundo ele, é necessário examinar as possibilidades e o momento adequado de retomada das atividades presenciais nas escolas, “desde que com a garantia de segurança para a vida e a saúde de estudantes e profissionais da educação”.

Foto: Márcia Leal/PMCI

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar